RPG de mesa e seu esquecimento...

Venha aqui tomar um copo de leite e discutir sobre tudo que quiser (contanto que o assunto não esteja relacionado com uma das seções acima ou abaixo).

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor Cell » 20/04/2012 (Sexta-feira), às 16h33min

Na verdade isso de Satanismo surgiu com a Igreja, Na falta de nome para dar aos infiéis elas chamavam-nos de hereges ou satanistas.
Mas a doutrina satanista atual não prega ódio a ninguém, ela defende os prazeres carnais, uma ideologia que eu não vejo muito problema em si.
E Existem muito mais cristões preconceituosos com os "Satanistas" do que o contrário.

E usando essa sua analogia, pessoas que jogam como necromantes em rpgs tem tendências a virar satanistas...
Se eu jogar como um clérigo em um rpg eu vou me influenciar a ser padre?

Isso não faz nenhum sentido.
Esse preconceito com RPG é coisa de canal crente de televisão
Imagem
Cell
Pirata do Great Sea
Pirata do Great Sea

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 348
Registrado em: 03/02/2011 (Quinta-feira), às 20h35min
Cash on hand: 908.65 Rupees

Not quite so

Mensagempor lpslucasps » 20/04/2012 (Sexta-feira), às 18h31min

BacktotheFuture escreveu:Não disse que o video-game causa violencia fora do video-game com frequencia. Pode até causar eventualmente, mas não disse que causa com frequencia. Nem disse isso, AO CONTRARIO do que parece vir em resposta a post meu. Eu disse que se a violencia, mesmo que não passe para o mundo real, existir no jogo JÁ É um mal em si próprio. Brincar de ser assassino pode não ser algo que te leve a ser um assassino, mas só a brincadeira já é em si um sinal de falta de natureza compassiva.
Não vejo porque a apatia digital seria algo ruim em si. Não é como se ela implicasse apatia no mundo real (dica: não implica).

BacktotheFuture escreveu:Agora, quanto a mal, suponho que nem todos tenham lido muito sobre satanismo ou vampirismo. Já li um pouco sobre satanismo, e não é bonito. Numa das versões, apregoam o ódio aos inimigos. Fora que alguns grupos (não todos) fazem rituais, até matam crianças. Tb estão associados a orgia e perversão sexual, a ponto de site satanista convidar a ver perversões sexuais, e li comentario de membros dizendo que quanto + pervertido melhor, enquanto iam ver zoofilia e outros.
Na verdade satanismo é bem diversificado, mas na versão mais ligada ao cristianismo, é oposição a cristianismo generalizada, com comentarios como "puxo a barba de seu Deus"... Geralmente se opoem aos cristãos de forma geral, acusando de corrupção (coisa que ateismo forte tb faz, e que já comentei, a critica pode ser algo construtivo), mas tem muitos casos de maldade, venda de alma inclusa.
O problema é que a palavra "satanismo" é, historicamente, usada para designar qualquer sistema de crenças que opõe o cristianismo de uma ou outra maneira, o que faz com que crenças completamente coflitantes sejam consideradas "satanistas", mesmo elas não tendo semelhança alguma entre si. Em tempos longíguos, até mesmo o ateísmo era chamado de satanismo (o que não faz sentido algum).
Deve te surpreender então que a Church of Satan, maior entidade satanista da atualidade, é contrária ao culto a qualquer tipo de entidade sobrenatural, incluindo Lúcifer/Satã. Peter Gilmore, líder da igreja, chega a dizer que quem adora Satã não passa de um cristão herético, não um "satanista de verdade".
O fato é, você não pode dizer "ah, satanismo é isso e fim, passe longe", porque o termo é extremamente mal definido. É como você dizer, por exemplo, que todas as religiões são as mesmas e não há diferença minimamente expressiva entre elas.

BacktotheFuture escreveu:Porém, ao menos um grupo acredita que REALMENTE existem vampiros. Seria injusto NÃO associar um grupo a outro, uma vez que até comunidade sobre está VAMPIRISMO E SATANISMO e vocês mesmos que conhecem jogos que usam o tema sabem da proximidade. Filmes tb, de terror normalmente, frequentemente ligam ambos.
Conheço grupos que se cristãos neo-nazistas. Há também vários grupos racistas e fomentadores de guerras que se consideram cristãos. Seria, portanto, seguindo sua lógica, injusto não associar o cristianismo à essas coisas?
E usar a imagem hollywoodiana de um aspecto cultural como base de seu argumento, meu amado, é, no mínimo, equívoco. O senhor não pode esperar que realmente levemos tal argumento a sério.

BacktotheFuture escreveu:ouvi até dizer que o vampirismo teria começado com o tal conde dracula que teria sido um perseguidor dos cristãos. A história foi aumentando...
Amado, o senhor prova, com esta única frase, que critica coisas que não possui o mínimo conhecimento.
O "Conde Drácula" é um personagem histórico real, cujo verdadeiro nome era Vlad II Dracul. Ele não perseguia os cristãos, muito pelo contrário: ele recebeu o sobrenome "Dracul" depois de entrar na Ordem do Dragão (ordem seleta de nobres) e jurar defender o cristianismo e combater os inimigos da Igreja. Ele não perseguia os cristãos, ele perseguia qualquer um que não fosse cristão.

BacktotheFuture escreveu:"mal" existe uma série de coisas "más" isoladamente. Sofrimento, morte, dor, tristeza, doença, rebelião... Ai maligno seria algo associado a causar essas coisas, como agoureiros, feiticeiros, magia negra, inimiguismo (pregado por uma vertente do satanismo), dentre outros. Esses grupos, feiticeiros, satanistas, etc parecem estar muito misturados entre si. Não lembro se era feiticeiro ou satanista que li que eles acham que tem uma energia que eles meio que roubam dos outros, pode ser com sexo ou com morte.
Enfim, sua definição de mal vai do sofrimento objetivo vivido pelos humanos à um conceito totalmente metafísico e pouco criterioso vagamente definido como algo "corrompe" outras coisas. Com uma definição tão pouco objetiva fica meio difícil de discutir. Mas não o recrimino, também não consigo definir o que considero "mal" de forma intuitiva, é de fato um conceito deveras abstrato.

(seria o mal ZALGO?)
Contos de bolso

Imagem


Uma análise profunda e sombria do mito Pokémon


Quarto conto no ar: Joias
lpslucasps
Guarda Real
Guarda Real

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 692
Registrado em: 24/02/2011 (Quinta-feira), às 22h42min
Localização: Belo Horizonte/Minas Gerais
Cash on hand: 823.30 Rupees

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor Juão » 21/04/2012 (Sábado), às 21h47min

Pessoal, eu queria comprar o "Livro do Jogador 3.5'' e o ''Livro do Mestre 3.5", mas não tem na devir, eles pararam com o 3.5, alguém tem alguma sugestão?
Imagem
"Não lutamos porque temos ódio, lutamos por quem nos amamos."
Juão
Guarda Real
Guarda Real

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 635
Registrado em: 06/12/2007 (Quinta-feira), às 12h28min
Localização: São Paulo
Cash on hand: 953.30 Rupees

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor shadowlink » 21/04/2012 (Sábado), às 21h57min

Como a Devir não apenas vende os livros, mas é responsável pela tradução dos mesmos, é bem provável que você não os ache mais em condição nova (até porque a Wizards of the Coast se esforçou ao máximo para "matar" a edição 3.5 quando lançou o 4E, e parecem ter tido sucesso). A sua melhor chance é buscar licros usados, e neste caso o Mercado Livre provavelmente é uma ótima opção.

Agora, se você não faz questão absoluta de jogar a versão 3.5 inalterada, e inglês não é um problema, eu sugiro os livros básicos de Pathfinder. São basicamente um "D&D 3.75", com regras atualizadas, enquanto ainda mantém o estilo da terceira edição. Se mesmo assim tiver dificuldade em comprá-las em forma física, no site da Paizo você pode comprar versões digitais.
Imagem


Nintendo ID: fferraz
3DS Friend Code: 2320-7449-1745
shadowlink
El Sombrero
El Sombrero

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 6564
Registrado em: 11/03/2004 (Quinta-feira), às 15h25min
Localização: Silent Realm
Cash on hand: 23,094.25 Rupees

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor BacktotheFuture » 26/04/2012 (Quinta-feira), às 14h03min

Disse, repeti, mas vou ter de dizer de novo pq vocês estão confundindo eu com outros criticos do RPG (que já disse, é um genero que eu mesmo estou buscando explorar com boas intenções): eu não disse nem que TODOS os que jogam RPG passam a ter tendencias NEM nenhum tipo de jogo violento, nem falei de numeros significativos, nem nada disso. Eu disse, ao contrario, que o sistema é usado por UNS para difundir o satanismo, e que a TEMATICA EM SI já é ruim, e o mal não é você fazer feitiçarias e matanças no mundo real por causa do jogo (isso teóricamente é muito raro), mas que a violência, feitiçarias, e brincadeiras com o mal já é um mal EM SI. Se tudo o que é preciso é não ser real, um estupro, um assassinato, uma pessoa gritando por socorro pode passar como entretenimento, desde que não faça a pessoa fazer isso tb. Acho isso horrivel, não disse que faz pessoas serem assim.

Agora, quem estuda satanismo que fale então: há diferentes versões do satanismo. Existem os que consideram inclusive o que chamam de satanás uma mera força do ser humano, e natureza, e os que creem no anjo caído etc. Não tentem me dobrar como ignorante de que não há apelação a ódio, eu já li trecho de livro, onde fala para vingar-se, e tal, já li o trecho zombando de Deus e falando de arrancar a barba.

Satanismo e vampirismo estão associados. Não significa que TODOS que são um são outro, mas estão associados. É diferente por exemplo, cristianismo NÃO é associado, PRÓXIMO no geral de racismo, inclusive a maioria dos cristãos seria contra em parte justamente por causa do cristianismo. É como dizer que cristianismo é orgulho gay pq tem uma igreja apoiadora da pratica, quando na verdade o cristianismo de forma geral é contra. etc. O satanismo tem PROXIMIDADE com o vampirismo, feitiçaria, rebelião a igreja, dentre outros. estão ligados ao oculto.

Falando assim querendo desacociar um de outro você precisa separar claramente os grupos satanistas, que são vários. Os satanistas que não se baseiam muito no cristianismo orgulham-se de falar que não é isso, mas no meio deles estão os que pensam o oposto. Entre eles os que creem ser só uma força da natureza, e no meio deles os que creem ser os demônios reais agentes espirituais, com sistema de venda de almas e tudo. Eu sei, eu já vi, ok?

Sabe, essa coisa me lembra o caso dos wicca, que eu também estou pesquisando. IRONICAMENTE se bem me lembro foi no meio deles que ouvi de um caso de pregador processado por falar de bruxaria falando deles (nem todos precisariam ser) e no MESMO LUGAR ouvi VARIAS falas defendendo a bruxaria e o orgulho de ser um bruxo. Uma coleção enorme de imagens de orgulho de bruxos.

De uma forma ou de outra, quando falamos dos JOGOS estou falando de um satanismo claramente mais voltado pra feitiçaria, e as praticas tipicas de jogos. Eu não disse que há uma FORTE tendencia em se tornar bruxo jogando, mas que há uns que usam isso pra propagar tal coisa, há.


Mas voltando, gostaria de que compartilhassem idéias para desenvolver jogos de maneira sadia. Faz falta.
BacktotheFuture
Garoto Minish
Garoto Minish


Offline
 
Mensagens: 48
Registrado em: 12/04/2009 (Domingo), às 15h06min
Cash on hand: 462.25 Rupees

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor Rage » 26/04/2012 (Quinta-feira), às 16h05min

Amigo, eu sou um adorador de satã (sério), não sou vampirista e não jogo RPG de mesa, mas se, por algum acaso do destino, eu jogar com algum amigo meu que não é significa que eu estaria tentando trazer ele para o lado do "mal"?
Imagem
Hot Guy 2011
"A Good friend will come bail you out of jail...
A True Friend will be sitting next to you saying: "Damn...We fucked up."

Clique aqui e aprenda a não ser um imbecil em fóruns de internet.
Imagem
Rage
Colunista
Colunista

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 1798
Registrado em: 07/01/2007 (Domingo), às 15h38min
Localização: No motel com a tua mãe
Cash on hand: 17,224.50 Rupees

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor Juão » 26/04/2012 (Quinta-feira), às 16h12min

Rage escreveu:Amigo, eu sou um adorador de satã (sério), não sou vampirista e não jogo RPG de mesa, mas se, por algum acaso do destino, eu jogar com algum amigo meu que não é significa que eu estaria tentando trazer ele para o lado do "mal"?


Não.
Imagem
"Não lutamos porque temos ódio, lutamos por quem nos amamos."
Juão
Guarda Real
Guarda Real

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 635
Registrado em: 06/12/2007 (Quinta-feira), às 12h28min
Localização: São Paulo
Cash on hand: 953.30 Rupees

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor Rage » 26/04/2012 (Quinta-feira), às 16h16min

Juão escreveu:
Rage escreveu:Amigo, eu sou um adorador de satã (sério), não sou vampirista e não jogo RPG de mesa, mas se, por algum acaso do destino, eu jogar com algum amigo meu que não é significa que eu estaria tentando trazer ele para o lado do "mal"?


Não.

Pois é, mas é mais ou menos isso que eu tou entendendo dos posts do BacktotheFuture.
Imagem
Hot Guy 2011
"A Good friend will come bail you out of jail...
A True Friend will be sitting next to you saying: "Damn...We fucked up."

Clique aqui e aprenda a não ser um imbecil em fóruns de internet.
Imagem
Rage
Colunista
Colunista

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 1798
Registrado em: 07/01/2007 (Domingo), às 15h38min
Localização: No motel com a tua mãe
Cash on hand: 17,224.50 Rupees

Here we go!!!

Mensagempor lpslucasps » 26/04/2012 (Quinta-feira), às 18h19min

BacktotheFuture escreveu:Disse, repeti, mas vou ter de dizer de novo pq vocês estão confundindo eu com outros criticos do RPG (que já disse, é um genero que eu mesmo estou buscando explorar com boas intenções): eu não disse nem que TODOS os que jogam RPG passam a ter tendencias NEM nenhum tipo de jogo violento, nem falei de numeros significativos, nem nada disso. Eu disse, ao contrario, que o sistema é usado por UNS para difundir o satanismo
Livros são usados para difundir o satanismo. E programas de rádio. E músicas. E praticamente qualquer meio de comunicação. Não só o satanismo, na verdade, mas qualquer ideologia.
Não sei e que a preocupação em especial com RPGs. Você poderia dizer que "a comunicação verbal é usada por alguns para difundir o satanismo" e faria o mesmo sentido.

BacktotheFuture escreveu:Agora, quem estuda satanismo que fale então: há diferentes versões do satanismo. Existem os que consideram inclusive o que chamam de satanás uma mera força do ser humano, e natureza, e os que creem no anjo caído etc. Não tentem me dobrar como ignorante de que não há apelação a ódio, eu já li trecho de livro, onde fala para vingar-se, e tal, já li o trecho zombando de Deus e falando de arrancar a barba.
O modo como você fala "li no trecho de um livro sobre satanismo que ele é X, logo todo satanismo é X, não me tratem como ignorante!", é tão, tão bizarro. É como se eu assertasse que todos os cristãos acreditam na autoridade do papa porque assim o li no trecho de um livro. Não podemos definir o todo pela parte, correto, amigo?

BacktotheFuture escreveu:Satanismo e vampirismo estão associados. Não significa que TODOS que são um são outro, mas estão associados.
Prove. Sem usar argumentos do tipo "filmes de hollywood retratam assim" ou "vi uma comunidade que se auto-denomina satânica-vampírica, logo as duas coisas são conectadas", por favor. E sem transformar em axiomas experiências pessoais.

Por fim, por favor, parar de usar ARGUMENTUM AD CAPSLOCK.
Contos de bolso

Imagem


Uma análise profunda e sombria do mito Pokémon


Quarto conto no ar: Joias
lpslucasps
Guarda Real
Guarda Real

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 692
Registrado em: 24/02/2011 (Quinta-feira), às 22h42min
Localização: Belo Horizonte/Minas Gerais
Cash on hand: 823.30 Rupees

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor Juão » 24/09/2012 (Segunda-feira), às 23h54min

Estou querendo comprar o "livro do jogador" e o "livro do mestre" ambos do D&D 3.5, preferencia em português. Se alguém puder recomendar um local ficarei grato. Eu também compro usado se alguém estiver interessado, pago R$75 por livro, mas é negociável.
Não agüento mais PDF.
Imagem
"Não lutamos porque temos ódio, lutamos por quem nos amamos."
Juão
Guarda Real
Guarda Real

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 635
Registrado em: 06/12/2007 (Quinta-feira), às 12h28min
Localização: São Paulo
Cash on hand: 953.30 Rupees

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor Wario » 19/10/2012 (Sexta-feira), às 19h34min

Sempre tive vontade de jogar um RPG de mesa, mas além de não ter a menor ideia de como se joga, eu acho muito dificil ter um grupo de RPG na minha cidade.
Imagem
Wario
Colecionador de Máscaras
Colecionador de Máscaras

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 234
Registrado em: 19/10/2012 (Sexta-feira), às 17h57min
Localização: Sarasaland
Cash on hand: 3,248.15 Rupees

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor Juão » 20/10/2012 (Sábado), às 03h00min

Wario, procura ler sobre artigos na internet.
Se você for começar a jogar RPG de mesa, eu recomendo o D&D 3.5(apesar de ser difícil conseguir material físico, como livros).

Resuminho para jogar D&D: D&D(dungeons and dragons) é um conjunto de regras e monstros que constroem uma base para o universo do mestre, ou narrador. Para joga-lo, é recomendável 5 pessoas, 4 jogadores e 1 mestre, os jogadores no minimo devem ler o livro do jogador, e o mestre deve no minimo ler o livro do mestre e ter conhecimento sobre o livro do monstro, alem de ter um conjunto de dados(d4,d6,d8,d10,d12,d20). Alem dos 3 livros bases(livro do mestre,jogador,monstros) também existem alguns livros adicionais(EX: livro de arsenal, ou livro das dimenções), ou histórias prontas.

Porem, se você e seus amigos não estejam afim de se esforçar tanto para jogar o D&D, vocês também podem jogar um RPG no improviso, sem muitas regras, e com apenas um dado de 6 faces para ocasiões especiais, para assim começar criar gosto pelo RPG de mesa.

Espero ter ajudado :D
Imagem
"Não lutamos porque temos ódio, lutamos por quem nos amamos."
Juão
Guarda Real
Guarda Real

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 635
Registrado em: 06/12/2007 (Quinta-feira), às 12h28min
Localização: São Paulo
Cash on hand: 953.30 Rupees

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor shadowlink » 20/10/2012 (Sábado), às 19h15min

Juão escreveu:Se você for começar a jogar RPG de mesa, eu recomendo o D&D 3.5(apesar de ser difícil conseguir material físico, como livros).

Acho que o Pathfinder, da Paizo, é uma escolha melhor., Não só ele tem uma Begginer Box cujo objetivo é ensinar novos jogadores, mas as regras do sistema em si são superiores às de D&D 3.5 (já que é basicamente um "update" não oficial delas).

Ou, uma opção ainda mais viável, seria começar com o 3D&T. Ele é acessível (nada de ler centenas de páginas para poder começar a jogar, nada de "dados esquisitos"), simples e, em sua mais nova edição, pode ser adquirido oficialmente de forma gratuita (no site da editora). É simplesmente um sistema ideal para aprender a jogar, e despertar interesse no hobby.
Imagem


Nintendo ID: fferraz
3DS Friend Code: 2320-7449-1745
shadowlink
El Sombrero
El Sombrero

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 6564
Registrado em: 11/03/2004 (Quinta-feira), às 15h25min
Localização: Silent Realm
Cash on hand: 23,094.25 Rupees

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor Alfa » 14/11/2012 (Quarta-feira), às 21h35min

lpslucasps, gostei do seu comentário. Achei muito justo e me fez pensar melhor (só pra constatar, para quem não sabe, eu tava usando o outro nick antes, o back to the future, faz muito tempo que não vinha no forum, e agora consegui recuperar minha conta original).

Gostei dessa verdade. Realmente, não apenas rpgs, mas também musicas e outros são usados para tentar fazer propaganda satanista e de tantos outros pensamentos.
O que não invalida o fato de que já joguei também com gente que não gostava nada de satanismo, fora eu mesmo. De fato acho que talvez seja um pouco injusto acusar justo o rpg de mesa, ignorando que muitos outros meios são usados.

Ia inclusive também lembrar da temática tipica desses tipos de jogos, que envolvem criaturas mitológicas, monstros, demônios e outros. Porém agora estou atentando que a própria bíblia as vezes usa figuras de criaturas monstruosas, mitológicas, etc, além de que livros cristãos também usam como o famoso "o peregrino" (isso sem falar do não tão focado no cristianismo "as cronicas de narnia").

Recentemente também vi jogos de RPG eletronico (não é a mesma coisa, mas foram um pouco inspirados no rpg de mesa, não?) cristãos.

De fato, o rpg de mesa pode ser uma "forma de arte" que pode servir para qualquer interesse.

Agradeço especialmente ao lucas pelo esclarecimento. Revendo meus conceitos, acho que a associação pode ser realmente injusta.
Se Zelda recebe seu nome por causa da deusa... Então a história de que ela recebe esse nome por causa da primeira zelda que adormeceu acabou? Se alguém souber, me manda uma mensagem




Texto escondido (pode conter spoilers): 
Assinatura ainda em obras. Aguardem!
Alfa
Maquinista Real
Maquinista Real

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 1249
Registrado em: 11/01/2004 (Domingo), às 22h58min
Localização: Sorocaba - SP
Cash on hand: 2,190.10 Rupees

Re: RPG de mesa e seu esquecimento...

Mensagempor Kenshin Kurosaki » 30/12/2012 (Domingo), às 01h10min

Sobre o "esquecimento" no título do tópico, eu devo discordar. Devo discordar em maior parte por um programa chamado RPG 2iC que é proporcionado para nós pelo site Portal RPG Online (site cuja existência propriamente dita já serve para provar meu ponto), um programa que lhe permite ingressar em "salas" onde os mestres escolhem os jogos e sistemas, criam NPC's e operam igual à uma mesa física, com o fato de que você não precisa gastar seu precioso dinheiro com dados, e sem precisar se reunir no mesmo lugar toda santa vez que vão jogar. Basicamente é uma forma de jogar RPG de mesa com pessoas do outro lado do Brasil, tornando muito mais viável a prática.

Imagem

Eu uso o 2iC por algum tempo, e devo dizer que já vi de absolutamente tudo. Muitos escolhem sistemas mais tradicionais como D&D (Todas as edições, mas o que mais recebe o prestígio dos mestres é a Terceira), AD&T, GURPS, Storyteller como os livros da World of Darkness (Vampiro, Lobisomem, Múmia, Aparição, Mago...), D20 e até uns bem underground. Eu já vi até salas de Shadowrun, Legend of Five Rings e Call of Cthulhu por aí, entrei nelas e tentei criei fichas, mas simplesmente desisti porque x ou y (em maior parte minha preguiça miserável de ler corebooks pra todos esses sistemas).

O sistema que mais tem aderência, porém, são os Sistemas Próprios, que vezes trazem settings inovadores com conceitos muito bem elaborados, mas maioria das vezes são uma absoluta bosta, mas eu vou comentar neles depois.

Claro que o 2iC sofre de alguns problemas. Em primeiro lugar, a interface podia ser melhorada, como por exemplo se você quiser manter uma ficha digital para os jogadores usarem, você precisa criar um NPC somente pra isso. Muita gente gosta de postar o Sistema do jogo, e também precisam criar e ocupar a sala com mais um NPC para isso, bear in mind que isso é necessário para maioria dos Sistemas Únicos. NPC's são criados pra setting, informações, halls da vergonha e etc, e fica realmente difícil de discernir os NPC's "vivos" dos não, ou no mínimo tudo parece feio e não-estético. É como se você estivesse usando um método não-oficial de fazer isso, algo que não foi desenhado com isso em mente. Sei lá, pode ser só eu.

Outro GRANDE problema do 2iC é a grande massa de gente, maioria adolescentes, que criam salas de naruto onde tudo é Hack 'n' Slasher, a narrativa é podre, e infesta nossas salas de gente pensante com esse pessoal que joga RPG de mesa como um RPG eletrônico. Mas eu tenho um bias óbvio quanto a isso, obviamente, e muitos podem discordar. Eu só digo, aqueles que como eu prezam pelos seus neurônios, não entrem numa sala com "colegial" escrito nela. Essas são as salas que compõem a massa dos famosos "sistemas próprios", ou basicamente "mesmo sistema que x só que naruto/bleach/sword art online", maioria das vezes em universos alternativos onde os shemale prevalecem em meio das massas de 13 anos que querem narrar o mesmo estereótipo batido do sasukedarktrevas. Também há uma terrível quantidade de pessoas que entram, criam uma ficha, jogam uma vez e somem pelo resto das vidas. Outras pessoas jogam várias vezes mas somem no meio da narrativa, no clímax, onde o personagem dele seria essencial para plot advancement purposes, o que faz seu trabalho como narrador uma dor no ânus. Achar uma mesa onde o mestre quer 15-16 pessoas para partidas sérias cada sexta? Boa sorte. Já vi, mas é raro. Maioria das salas trabalha com solos ou duplas. Na melhor das hipóteses, três pessoas que iam fazer solos aparecem ao mesmo tempo na sala e o mestre resolve "hmm, eu podia ligar essas histórias desse ou daquele jeito", e vocês acabam jogando juntos. Mas eu posso dizer que o 2iC tá por aí há uns dois anos, e mais tempo como o iRPG e o RPG iC, e muitos dos mestres veteranos tem mecanismos muito interessantes pra evitar um jogador de atrapalhar a campanha inteira, ou viraram experts em improvisar.

Terceiramente, tem uma vasta quantidade de salas que são trancadas por clã. Sim, há "clãs", e muitos deles não querem você envolvido nos rpgs deles. O que é um tanto triste, já que alguns dias você vai ver umas 20-30 salas ativas mas só 10 que não estão trancadas por senha. Muitas delas são sistemas únicos, outra parcela são de sistemas que você nunca viu na vida ou não sabe o suficiente sobre (eu como exemplo, preciso ler praticamente todo sistema que não seja L5R, D&D 4ªED. e Storyteller, e até esses eu tenho dificuldades com o sistema as vezes @_@).

Deixando os problemas de lado, quando você consegue achar uma sala séria com um narrador bom (e, rly, não é tão difícil), é só criar uma ficha e navegar all the way to neverland. O 2iC proporciona uma ótima plataforma pela qual você pode achar uma mesa sem ter que pentelhar seus amiguinhos que lhe acham um nerd tetudo, ou que simplesmente não tem mais tempo pra se encontrar no mesmo lugar, na mesma hora, religiosamente a cada semana. Se quiser circundar maior parte desses problemas, você pode conseguir um grupo de pessoas interessadas como normalmente IRL, e depois simplesmente jogar numa sala trancada, ou quem sabe com eles sendo um núcleo de jogadores essenciais à história com outros estranhos que, de acordo com a frequência, possam fazer mais parte do núcleo.
Imagem
Kenshin Kurosaki
Colecionador de Máscaras
Colecionador de Máscaras

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 180
Registrado em: 12/04/2009 (Domingo), às 15h42min
Localização: In the Kingdom of the Saints
Cash on hand: 488.65 Rupees

AnteriorPróximo

Voltar para Milk Bar

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes

cron