Educação no Brasil

Venha aqui tomar um copo de leite e discutir sobre tudo que quiser (contanto que o assunto não esteja relacionado com uma das seções acima ou abaixo).

Educação no Brasil

Mensagempor CDX » 06/11/2011 (Domingo), às 14h36min

Relutei um pouco antes de criar o tópico (tempo pra participar cadê?) mas como é um assunto diretamente relacionado à minha faculdade, vou tentar. =P

Pelo título, acho que a ideia é óbvia. XD Vamos apenas tentar fugir dos clichês que não andam com uma discussão porque... eles não andam com a discussão. =P

Pra podermos ter um ponto de partida, deixo aqui o semi-rascunho do comecinho dum trabalho que tou fazendo pra faculdade - críticas serão bem-vindas. O tema do trabalho era pensar um problema relativo à educação, analisar ele criticamente, e (não obrigatório mas recomendável) propor uma possível solução. Eu escolhi fazer sobre a abordagem da ciência no Ensino Médio, com uma atenção especial pra Geografia.

Introdução:
Este trabalho tem por objetivo analisar criticamente algumas falhas no modo como a ciência é abordada Ensino Médio brasileiro. Mais precisamente, no modo como ela é apresentada aos aprendizes e no modo como é vista pelos orientadores.¹ Será dada uma atenção um pouco maior à ciência geográfica. As principais falhas a serem analisadas são:

• A ciência sendo trabalhada como meio para passar em provas, através por exemplo de técnicas mnemônicas de decoração, em detrimento das técnicas e teorias inerentes a cada ciência.
• As teorias científicas sendo apresentadas como um conjunto de verdades indubitáveis e imutáveis.
• Os orientadores limitarem-se a reproduzir o conhecimento científico tal como o aprenderam, sem antes tê-lo confirmado ou produzido.
• A imagem do orientador visto como autoridade científica, nivelando a capacidade do aprendiz de pensar e criar cientificamente àquilo que é apresentado pelo orientador.
• O conforto do instrutor com relação às atuais leis científicas, pois há coisas não abrangidas e/ou explicadas por essas leis, levando ao desestímulo da curiosidade e criatividade científicas dos aprendizes.
• A Geografia trabalhada como uma ciência meramente teórica.
• O fato de orientadores de Geografia acreditarem-se detentores da mesma como sua, desconsiderando o fato de ela ser praticada inconscientemente por diferentes pessoas em seu cotidiano, inclusive pelos aprendizes.
• A ideologia particular do instrutor e a ciência geográfica serem apresentadas por ele ao aprendiz como um único conhecimento.
---------------
¹ Devido a uma insatisfação do autor quanto ao uso dos termos “aluno” e “professor”, optou-se neste trabalho por uma terminologia diferente. Essa insatisfação é fruto de uma reflexão rica e complexa que não será aqui abordada, pois foge ao tema proposto.
Imagem
CDX
Maquinista Real
Maquinista Real

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 1222
Registrado em: 28/05/2005 (Sábado), às 13h31min
Localização: Serra da Mantiqueira
Cash on hand: 2,423.15 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor Megaton » 10/11/2011 (Quinta-feira), às 14h56min

Olha, eu acho que posso meter meu bedelho nesse assunto, porque entrei no primeiro ano esse ano e realmente ha muitas falhas no modo como a educação eh apresentada (sem contar os defeitos óbvios da educação brasileira que eu não vou citar aqui).
Um dos maiores problemas eh que não eh mostrado ao aluno o conhecimento como algo pratico, algo que se use.O conhecimento eh mostrado como algo totalmente teórico e sem nenhum tipo de ligação com a vida, o que traz a racional dedução: "pra que eu vou aprender algo que eu não vou usar?"
Bom eh isso que eu tenho pra falar, se você concorda ou discorda comente ai sua opinião.
Megaton
Garoto Minish
Garoto Minish

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 31
Registrado em: 03/08/2010 (Terça-feira), às 08h09min
Localização: lonje o bastante pra voce não me achar
Cash on hand: 64.90 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor Renan » 19/11/2011 (Sábado), às 12h38min

Megaton escreveu:
Um dos maiores problemas eh que não eh mostrado ao aluno o conhecimento como algo pratico, algo que se use.O conhecimento eh mostrado como algo totalmente teórico e sem nenhum tipo de ligação com a vida, o que traz a racional dedução: "pra que eu vou aprender algo que eu não vou usar?"


Outro problema da educação brasileira, além desse, é o desinteresse dos professores (pelo menos nas escolas públicas) em ensinar os alunos. Muito deles só querem saber do seu salário, não se importando, assim, com o futuro do aluno. E então esses alunos também ficam desmotivados e desistem da escola. Outro problema também são os pais dos alunos, que fazem com que eles desistam dela para ir trabalhar, contribuindo (ainda que insignificativamente) para a renda familiar. Sem falar do governo, que não investe na educação e quando os professores tentam ganhar um salário justo através das greves pacíficas, eles são agredidos pela polícia.
Imagem
Renan
Recruta
Recruta

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 13
Registrado em: 11/08/2011 (Quinta-feira), às 18h52min
Cash on hand: 197.60 Rupees

É diferente, vem com a gente, quero ver geral pirar

Mensagempor caiobex » 19/11/2011 (Sábado), às 14h40min

Bom, eu vou ser bem direto na minha opinião sobre a educação no Brasil.

Ela está melhorando, sem dúvidas. Porém, há uma coisa que precisa inevitavelmente ser feita: Aumentar os salários dos professores a níveis talvez cinco ou seis vezes maiores que os atuais. Me refiro óbviamente ao salário de professor de escola pública. Minha ideia é muito simples, na verdade. Com salários melhores, aumenta a procura. Com maior procura, começam a ter concursos de verdade para ser professor. Com isso o nível dos professores melhora. O nível melhorando, começa a haver maior procura pela escola pública. Com maior procura, os alunos da escola pública começam a se interessar mais, afinal, foi difícil para ele estar ali. Disso tudo, necessitaria também um investimento ferrado na infraestrutura pública que já se deteriora. Assim para minha visão se comporia uma solução para o problema da educação no Brasil.


Meio idealista, mas é colocando o teto lá em cima que progredimos, mesmo que não consigamos chegar nele.

Que venham as contra-propostas.
Imagem

" Quando o mundo for reduzido a um único lenho negro para nossos quatro olhos pasmados —, a uma praia para duas crianças fiéis —, a uma casa musical para nossa clara simpatia —, eu o encontrarei.
Haja sobre a terra apenas um velho solitário, calmo e belo, rodeado de um "luxo extraordinário" — e estarei a seus pés.
Assim que tiver imaginado todas as suas lembranças —, seja eu aquela que sabe estrangulá-lo —, eu o sufocarei."
Arthur Rimbaud

"Primeiro chegam sorrisos, depois mentiras. Por último o tiroteio"
Roland de Gilead, A Torre Negra - Stephen King
caiobex
Oráculo da Batata
Oráculo da Batata

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 2163
Registrado em: 23/02/2006 (Quinta-feira), às 13h31min
Localização: na fortaleza ilimitada junto a makubex
Cash on hand: 4,400.25 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor CDX » 19/11/2011 (Sábado), às 23h20min

Bex, acho que você viajou legal. XD Em uma série de pontos, mas vou citar só o seguinte: concursos para aprendizes entrarem em todas as escolas públicas? Que nem na rede CEFET? Pra ter isso, precisamos ter mais alunos entrando nas escolas públicas do que vagas oferecidas pelas mesmas, não é? Mas não é missão do governo oferecer educação de base para todos os que se se propuserem a entrar nela?

Da minha parte, acho que o grande problema na educação no Brasil é o modo como ela tá estruturada. As pessoas têm duas péssimas manias quanto a isso: querer consertar esse ou aquele problema imediato (tais professores entram em greve pelo salário até o próximo ciclo, concurso público pra funcionários na medida em que a necessidade explode) e achar que pra tudo é só investir dinheiro na educação que resolve. Sem desmerecer a necessidade de um orientador bem pago, quantos aqui já tiveram um que ganha muito bem e finge que ministra aula levantem a mão.

A estrutura da coisa tá toda torta. Os currículos tão todos mal estruturados, com conteúdos estapafúrdios e sem um monte de coisa crucial, a forma de abordar o conteúdo é medonha, o sistema de avaliação é arcaico toda vida. Primeiro precisa mudar tudo isso e depois, na medida em que a construção de uma nova estrutura for requerindo mais investimento, investe-se mais, de modo focado. Mas o discurso de investir cegamente na educação que eu ouço todo dia me dá náuseas.

Dentre outros problemas, como só de exemplo as organizações sindicais e estudantis embebidas em grana suja e dependência partidária até o talo.
Imagem
CDX
Maquinista Real
Maquinista Real

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 1222
Registrado em: 28/05/2005 (Sábado), às 13h31min
Localização: Serra da Mantiqueira
Cash on hand: 2,423.15 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor Kenshin Kurosaki » 23/11/2011 (Quarta-feira), às 21h34min

A Educação no Brasil vai de mau a pior cada ano que passa. Eu sei disso. Eu estou ativamente nela.

Eu percebi isso quando me mostraram um vídeo de comediantes bem antigos. Acho que foi José Vasconcelos no Jô Soares. Ele fez menção à Lusíadas, de Camões, e como era de se esperar, eu não sabia de porraninhuma que ele estava falando, nem entendi a maioria das referências. Porém, meu irmão e minha mãe entenderam, e estavam as gargalhadas do meu lado, enquanto eu tinha um sorrisinho quando ele fez menção à segunda guerra..

Mas o que eu quero dizer com tudo isso: Nossa juventude não sabe o que é um Verne, não sabe o que é um Machado de Assis, não sabe o que é um Maquiavel, e não tem cultura. A última pérola do ENEM foi por conta de falta de vocabulário. Acreditem ou não, a única obra de Machado que eu li na escola foi na oitava série, com Machado e Juca. Não estamos sendo culturalmente enriquecidos. As escolas perderam o controle dos alunos. Minha coordenadora de disciplina ficava em pândegas toda vez que precisava nos fazer calar. Eu não sei se isso é marca do meu colégio ou não, mas nunca se deu duas fodas pra educação no Brasil e tá pra raiar o dia em que vão dar. Os próprios alunos não tem interesse em aprender; e mesmo que antigamente cultura tenha sido martelada nas cabeças mesmo daquela galerinha do fundão, e os faziam engolir as disciplinas, nos dias atuais não mais é assim. Só o aluno que quer realmente aprender aprende de verdade, e isso até em rede particular. A situação do setor da educação no Brasil é periclitante até. Todo ano eu vejo o mesmo fodido que fica de recuperação em 5 matérias no último ano fazendo a mesma coisa, como se nunca tivesse tirado menos de 3,0.

Eles começaram a bitolar os estudantes a estudar com a prova em mente. Leem tudo que sirva pra pôr na hora da prova, e ensinam só o que será pedido na hora da prova. Não sei bem se isso é regulamentado ou não, mas em todo o Brasil foi instituido o ponto de participação, que eu não tenho vergonha nenhuma em dizer que é pura prostituição acadêmica. Todos os alunos pensam nos pontos, e não no que estão sendo ensinados. Os melhores professores que já conheci perigam em ragequitar da profissão.

Isso que o Bex falou, de aumentar o mínimo dos professores é simplesmente colocar band-aids num braço quebrado. O próprio sistema de avaliações é falho. O próprio sistema do ensino é falho. Tudo precisa ser re-pensado. Okay que valorizar o professor como profissão é um grande avanço e uma parte pivotal da solução, ela sozinha não será suficiente.

tl;dr, a situação no Brasil está incrivelmente fodida. E até que se tenha um investimento pesado nela, não só de recursos monetários, continuará assim.
Imagem
Kenshin Kurosaki
Colecionador de Máscaras
Colecionador de Máscaras

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 180
Registrado em: 12/04/2009 (Domingo), às 15h42min
Localização: In the Kingdom of the Saints
Cash on hand: 488.65 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor Chapolink » 23/11/2011 (Quarta-feira), às 23h48min

Kenshin Kurosaki escreveu:Só o aluno que quer realmente aprender aprende de verdade, e isso até em rede particular.
Ninguém pode fazer outra pessoa aprender algo significativamente. Se você acha que era assim antigamente precisa rever seus conceitos.
NNID: emanueu
3DS Friend Code: 3738-0227-7539
Chapolink
Diretor de Edição
Diretor de Edição

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 8660
Registrado em: 01/05/2006 (Segunda-feira), às 20h31min
Localização: Parnamirim Field
Cash on hand: 18,345.60 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor vdrc » 22/03/2012 (Quinta-feira), às 16h53min

Algumas observações sugestões:

As pessoas têm duas péssimas manias quanto a isso: querer consertar esse ou aquele problema imediato (tais professores entram em greve pelo salário até o próximo ciclo, concurso público pra funcionários na medida em que a necessidade explode)

Hey,acho que as pessoas tem que começar de algum lugar(se bem que você tem razão)

Quanto ao interesse e desinteresse,acho que o professor contribui muito nisso.Eu,por exemplo,teno um professor de geografia que é ótimo.Ele tem um método muito mais interativo,as aulas dele são baseadas na conversa e em brincadeiras da parte dele,o que é ideal para prender a atenção(uma piadinha leve de vez em quando ajuda um pouco,né?).Acho que um ideal para um professor é ter jogo de cintura,saber lidar com os alunos,e saber PUNIR os que estão errados(caramba,essa parte ficou meio cruel,deixa isso de lado :shrug: )
Imagem

Texto escondido (pode conter spoilers): 
Jesus morre no final.



"Eu sou seu pai."-Anakin Skywalker Darth Vader
vdrc
Recruta
Recruta

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 15
Registrado em: 22/03/2012 (Quinta-feira), às 15h07min
Cash on hand: 185.15 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor Kaique ToonLink » 22/03/2012 (Quinta-feira), às 18h31min

A Leitura não costuma ser incentivada em muitas escolas, basta ver esses adolescentes que nunca leram um livro que tivesse mais de vinte páginas. As ciências também são ensinadas apenas com uma forma de se ganhar mais pontos, e não como uma forma de ganhar mais conhecimento.

Eu sei que muitos já disseram coisa parecida com o que eu disse, mas esses realmentes são alguns dos principais problemas do atual sistema de educação Brasileiro.
Kaique ToonLink
Colecionador de Máscaras
Colecionador de Máscaras


Offline
 
Mensagens: 202
Registrado em: 26/07/2011 (Terça-feira), às 20h47min
Cash on hand: 761.35 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor Kefka » 24/03/2012 (Sábado), às 00h52min

Ah, disso eu tenho o que falar. Estudei todo ensino fundamental e médio em escola pública, em cinco escolas diferentes e duas cidades diferentes.

O padrão que eu vejo é o seguinte: o ensino público é uma merda. Simples assim.

Já tive muitos colegas inteligentes, que com certeza poderiam resultar em excelentes profissionais, que saíram do ensino médio sem a mínima chance de passar no vestibular para um curso concorrido em universidade pública.

Já tive professores horríveis, gente que ensinava a matéria exclusivamente para aplicar provas e a pessoa passar de ano (e se perguntasse para que servia o conteúdo, é isso que eles respondiam); já tive professores que deixavam os alunos fazerem o que quisessem nas aulas, inclusive colar tudo do único aluno interessado na hora da prova, atrapalhando os poucos que queriam aprender; já tive professores que não sabiam praticamente nada do conteúdo ensinado, mesmo ensinando a mesma coisa há anos.

Um dia perguntei a um professor meu, no segundo ano do ensino médio, o significado de uma palavra (não lembro qual era, mas era realmente difícil). Ele me disse que não ia me dizer e que eu devia pesquisar. Alguém gritou do fundo "Se o senhor não sabe fala a verdade então". Ele saiu da sala irritado, provavelmente consultou um dicionário, e disse o significado da frase quando voltou. Meu irmão uma vez chegou da escola e me perguntou se o sol era maior que a terra. Aparentemente, ele perguntou isso à professora dele (quarta série), e ela disse "mas é claro que não!".

Já tive colegas que achavam que aprender não servia pra nada, gente que tinha orgulho de dizer que nunca tinha lido um livro ("espero sair o filme, vejo a mesma coisa e em bem menos tempo hsuhaushashu"), gente para quem a escola parecia ser apenas um obstáculo na vida; gente que achava que pessoas que estudavam eram idiotas.

No terceiro ano do Ensino Médio, um colega meu, que por incrível que pareça não era nenhum idiota, não sabia diferenciar f de v (sério), lia pior do que eu lia na primeira semana após ter aprendido a ler, e ficou surpreso ao saber que os planetas giravam ao redor do sol. Ele nunca repetiu de ano. Uma colega minha, aos 24 anos de idade, também do terceiro ano, não entendia "O que diabos gasolina tem a ver com petróleo". A garota mais inteligente que já estudou comigo acha que o homem veio do barro e que a evolução, o big bang e o aquecimento global são mentiras.

Em poucas palavras, tem realmente muita coisa errada no ensino público brasileiro, principalmente com modo como os próprios alunos e professores vêem o ensino. Tanto os alunos têm que ser estimulados a aprender quanto os professores têm que ser estimulados ($$ ajuda também) a ensinar de verdade.

Minhas esperanças são bem baixas.
Imagem
Kefka
Pirata do Great Sea
Pirata do Great Sea

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 287
Registrado em: 10/02/2008 (Domingo), às 10h06min
Localização: Canoas, Rio Grande do Sul
Cash on hand: 517.35 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor CDX » 17/06/2012 (Domingo), às 21h06min

RISE FROM YOUR GRAAAAAVE!!!!

Galera que como eu e estuda em universidade pública e tá em greve, como tá a situação aí com vocês?

Comigo tá uma verdadeira merda. A greve vinha vindo e o povo, inclusive orientadores, ignorava. Quando chegou, continuaram ignorando no meu departamento, Geografia. Só quando os estudantes exigiram que o dep. se posicionasse (a favor ou contra, mas que parasse de ignorar) eles resolveram que entraram de greve. E pior: os estudantes tão infinitamente mais mobilizados pelas melhoras do que os orientadores. Pelo menos o conselho de graduação anulou o calendário acadêmico.

Sem contar que a greve em si tá me dando no saco: nego diz que exige melhorias (justas, é verdade) mas não se propôs uma mobilização mínima antes da paralização, como se pra fazer manifestações precisasse necessariamente parar de trabalhar. E muito estudante (leia-se ANEL e UNE, com exceções) tá numa disputinha politiqueira ridícula, com tanta coisa pra se correr atrás. A galera do meu departamento (talvez porque o CA é auto-gestão sem chapa desde que eu sei) acho que é a única empenhada sem interesses, mas infelizmente isso tá vagaroso...

Segunda tem algumas reuniões porque é dia de reunião oficial do departamento (com orientadores, coordenadores, ata lavrada e tal) e terça a galera da minha turma vai se encontrar pra ver o que a gente quer que mude no currículo da Licenciatura.

E só pra constar:

Imagem
Imagem
CDX
Maquinista Real
Maquinista Real

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 1222
Registrado em: 28/05/2005 (Sábado), às 13h31min
Localização: Serra da Mantiqueira
Cash on hand: 2,423.15 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor Cell » 18/06/2012 (Segunda-feira), às 22h51min

Sobre as matérias de humanas achei um aspecto interessante e bem real nesse seu trabalho.
"A ideologia particular do instrutor e a ciência geográfica serem apresentadas por ele ao aprendiz como um único conhecimento"

Isso ocorre na minha escola ( estudo em particular).
Tenho uma professora de história bem esquerdista, acho que ela é neo-marxista, e as idéias dela são tidas como absolutas na sala.
Ela só passa textos de filósofos com a mesma linha de pensamento, começa momentos de "reflexões" partindo dessa linha de pensamento, e sempre que tem chance critica o pensamento da direita.

Acho que é por causa de pessoas assim que o ensino de humanas está tão deteriorado.
Pessoas com ego imenso, que não toleram ideologias diversas

Eu gosto de algumas idéias da esquerda, mas essa idolatria toda me enoja
Imagem
Cell
Pirata do Great Sea
Pirata do Great Sea

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 348
Registrado em: 03/02/2011 (Quinta-feira), às 20h35min
Cash on hand: 908.65 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor Kael » 16/07/2012 (Segunda-feira), às 02h39min

Como eu não vi esse tópico antes para enchê-lo com as minhas verdades e minha visão distorcida da realidade pois vivo na camada alta da sociedade e que não sabe o que é uma escola ruim com professores ruins por que estudei minha vida toda em escolas particulares? [Repetindo o argumento do tesoureiro da UNE¹, em resposta a minha pergunta quanto a eles terem eleições indiretas e ausência de oposição.]

Certo. Dois pontos, primeiro, sobre os professores, não sobre os alunos. Tudo que está sendo comentado acima, exemplos claros da deficiência educacional são frutos da base do sistema que são os professores, os baixos salários, a falta de estímulos para esse profissional e principalmente: A ausência, completa, do ideial de meritocracia para quem ensina.

Por que eu não culpo o aluno que não sabe que Plutão não é mais um planeta? Simples, por que a pessoa que tinha a obrigação de ensiná-lo isso não está nem aí. Não é por que ele não quer. Não existe estímulos para a leitura, por que os pais não leem, não existe estimulos dos professores, por que os professores já estão de saco cheio de dar aulas.

Volte ao ensino médio. Algum colega seu queria, seriamente ser professor de qualquer matéria? Já percebeu que as pessoas que estão fazendo as disciplinas que levam diretamente o profissional para a sala de aula, são os piores alunos do fundamental-médio? Por que são. Um cara bom em matemática vai ser engenheiro, não professor de matemática, um bom em história-geografia, talvez goste mais de administração e economia do que ficar recebendo pouco para um trabalho estressante de professor ensinando que o muro de berlim não dividia a Alemanha em duas. E quem fica para ensinar são os velhos cansados e os que estão na sala de aula por falta de opção.

Texto escondido (pode conter spoilers): 
No censo de 2007, por exemplo, em um universo de 1.882.961 educadores, cerca de 40% estão mais próximos da aposentadoria que do início de carreira. Um outro dado importante levantado pelo Censo de 2007 é o baixo percentual de professores com formação inicial específica na disciplina que lecionam no Ensino Médio. A situação mais crítica de professores atuando em disciplinas específicas sem adequação de sua formação inicial ocorre nas ciências exatas. Na disciplina de Física, apenas 25,2% dos docentes em atuação têm Licenciatura na disciplina ministrada; na de Química esse percentual é de 38,2%.

Fonte: OCDE


Resumindo: Os piores são os que estão ensinando nas salas de aula e serão os que vão ensinar nos próximos anos, para uma próxima geração. Os bons alunos, os inteligentes, sejam por méritos próprios, seja por estímulos dos país que tiveram condições de oferecer uma educação de qualidade vão para o mercado de trabalho em busca de melhores salários e não pensam em ser professores. Se isso não te convence, então não vá muito longe, pegue o fórum como exemplo: Os caras muito inteligentes que já estiveram e estão por aqui e pergunte se eles estão afim de serem professores.



Eu diria que esse é o maior problema da educação. O X da questão. O problema a ser resolvido. O comportamento dos alunos, o desinteresse, a falta de estrutura, isso pode ser solucionado, respectivamente a médio prazo. Agora a ausência de bons professores, não. Em um país que falta engenheiros bons em matemática, você tira o cara de uma construção de alguns bilhões importante para que ele vá dar aulas? Não. Mas seria o correto.

A grande solução, na minha opinião, não é só o aumento de salário. Tem professor meu na universidade que nem merece o título de doutor. Tem ótimos professores que merecem os títulos que tem e salários muito melhores. A ideia de que a meritocracia deve vencer é tão utópica assim? Bons professores continuarem e ganharem mais, maus professores sairem. Por isso, as minhas sugestões seriam:

1- Os professores que obtiverem melhor desempenho ganhem mais. Quando se ganha pelo que se produz, se faz mais. O que a educação precisa é de eficiência, não de ideologias e ou soluções mirabolantes envolvendo tirar filosofia da grade escolar ou começar a ensinar esperanto ou moral e ética (Alias, a grade escolar brasileira já está completa, na minha opinião, faltam os bons e os excelentes professores). Extras por cursos de profissionalização, pesquisas etc. Poucos professores universitários mantém pesquisas, para isso não encontrei dados, mas não creio que eu esteja equivocando-me.

2-O estímulo a profissão. Lá fora, os médicos, os físicos com pesquisas e os engenheiros vão para a sala de aula. A longo prazo, quando o mercado dessas profissões saturarem (Refiro-me aqui a necessidade enorme de engenheiros nas mais diversas áreas que estão engatinhando no Brasil e na necessidade por médicos do Norte-Nordeste) eles vão para a sala de aula, sendo bem pagos por isso e obrigado.

Texto escondido (pode conter spoilers): 
Caso a diminuição da procura pelos cursos de formação de professores se acentue no Brasil, como os dados indicam (Gatti & Barreto, 2009), e com a expansão das matrículas projetada para o Ensino Médio e a Educação Infantil, em futuro próximo teremos ainda maiores problemas com o suprimento de docentes para toda a educação básica. Com isso, projetam-se preocupações com a qualidade do ensino e a aprendizagem do alunado, já hoje tão comprometidos.


3-O aumento de salário

Texto escondido (pode conter spoilers): 
No relatório da OCDE, a melhoria das condições de trabalho, de satisfação profissional, bem como salários e oportunidades de emprego, emergem como elemento-chave para o aumento da atração pelo trabalho docente. Nos últimos 20 anos, na maioria dos países, os vencimentos dos professores têm diminuído em relação a outras ocupações que exigem os mesmos níveis de educação e formação. Além disso, em 70% dos países estudados, o relatório concluiu que são necessários pelo menos 20 anos para o professor mudar de base na escala salarial, o que é muito tempo em comparação com outras profissões.


-
[¹] União Nacional dos Estudantes, supostamente as pessoas que me representavam no Ensino Médio. Por que eu nunca tinha ouvido falar deles antes do último ano ensino médio? Talvez por que eles não quisessem que eu soubesse da existência deles. Provavelmente a maioria esmagadora dos alunos do Brasil nem sabe que essa é a organização que os representam nacionalmente, nem compreendem o ridículo sistema de eleições indiretas inventada por eles.

EDIT: Dei uma encarnada no Nightmare no seu ápice... :|
Imagem

I am the bone of my words.
Steel is my mind, and fire is my thoughts.
I have translated over a thousand phrases.
Unknown to the net.
Not knowing a life.
Have withstood pain to create many cliffs.
Yet, those hands will always hang on.
So as I pray, Unlimited Cliff Hanger Works.
Kael
Pirata do Great Sea
Pirata do Great Sea

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 383
Registrado em: 03/09/2008 (Quarta-feira), às 08h33min
Localização: Rio Branco/AC
Cash on hand: 696.45 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor Cyrus » 16/07/2012 (Segunda-feira), às 15h02min

Na minha escola, é quase que padrão, :| pouco professores formados e interessados no assunto :) e todos os outros enteressados em passar tarefa e dizer (e SÓ DIZER não EXPLICAR) o assunto, passar prova, :( ralhar os alunos, :? o típico professor que só entrou no ramo da educação porque ele não fica sem emprego :hunf: . Pra onde ele vai precisa-se de professor, muitos escolhem a profissão só por causa disso. Mas outras coisa que é meio que curiosa, não sei se vcs concordam, mas pra quê raios eu vou usar: 15².12x+C :wut: :wut: :wut: <<< PRA QUE RAIOS FIZERAM ISSO!? :evil: Os PhDs usam? >( ÓTIMO! >( Mas EU não professores, :evil: nem EU nem o resto da população que não irá nem PENSAR NISSO QUANDO ESTIVER NO TRABALHO!!! >( É um assunto que os alunos fivem reclamando. O típico "PRA QUÊ EU VOU USAR ISSO??" :? ... Certo, há seres humanos que até D-E-P-E-N-D-E-M desse treco. MAS SÃO POUCOS, e depois o sistema de educação devia ser o seguinte:

PRIMÁRIO
Aprender questões básicas (Cores, ABC e etc...) :TT:

FUNDAMENTAL
Aprender questões básicas² (1ª - 4ª): Porguês (Tipos de Textos, Verbos, Preposições, Suposições, Camelões, etc...), Matemática (As 4 Operações), Ciências (Questões Básicas³), Educação Física (Correr, e Como Correr), Geografia (O que é mapa e aonde está nosso país).
Aprender Questões avançadas (5ª - 8ª): Porguês (Tipos de Textos [Complexos], Os Tipos de Verbos, Tipos de Sujeitos, Tipos de Bund... deixa pra lá...), Matemática (As 4 Operações [Complexa], Expressões, Incógnitas, Problemas [Complexo], Ângulos [Para se calcular e tirar foto], etc...), Biologia (Saber o que RAIOS é uma Fotofosforilação), Física (Entender como um veículo acelera), Geografia (Como usar o GPS). :wink:

MÉDIO:
Aprender Questões Complexas: O que o Estudante Escolher e o que REALMENTE for FAZER :=):

PRONTO!!! RESOLVIDO A MERDA TODA! QUEM QUISER FICAR BURRO FICA! QUEM QUISER SABER O QUE É O PROCESSO DA FOTOSSÍNTESE VAI SABER E QUEM QUER SABER COMO SE RESOLVE Z9/-+87*-/4-²X³-+5+-££6CV-¢98/A4²-Z+15¹XCF6 ( :wat: )FAZ FACULDADE NA ENROLATION FACUTATION MATEMATICATION DO CACETETION QUE É CHATETION Massachusetts(<< :palm: ) :plan: :troc:
Já são mais de 25 Anos, e ainda tem gente chamando o Link de Zelda, não seja mais um deles...

Zeldas Já Zerados:
Minish Cap
Ocarina of Time
A Link to the Past (FIRST! ♥)
Link's Awakening (Tenho que admitir que foi o DX)
Oracle Series
Majora's Mask
Phantom Hourglass

Zerando:
Spirit Traks (Odeio os Duetos...)

Sonhos:
Twilight Princess
Skyward Sword
The Wind Waker
Four Swords
Four Swords Adventure

Pesadelos:
Legend of Zelda
Zelda II - Adventure of Link
Cyrus
Pirata do Great Sea
Pirata do Great Sea

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 365
Registrado em: 14/07/2012 (Sábado), às 10h06min
Localização: Autazes
Cash on hand: 2,269.85 Rupees

Re: Educação no Brasil

Mensagempor Kael » 16/07/2012 (Segunda-feira), às 18h42min

Cyrus escreveu:
MÉDIO:
Aprender Questões Complexas: O que o Estudante Escolher e o que REALMENTE for FAZER :=):

PRONTO!!! RESOLVIDO A MERDA TODA! QUEM QUISER FICAR BURRO FICA! QUEM QUISER SABER O QUE É O PROCESSO DA FOTOSSÍNTESE VAI SABER E QUEM QUER SABER COMO SE RESOLVE Z9/-+87*-/4-²X³-+5+-££6CV-¢98/A4²-Z+15¹XCF6 ( :wat: )FAZ FACULDADE NA ENROLATION FACUTATION MATEMATICATION DO CACETETION QUE É CHATETION Massachusetts(<< :palm: ) :plan: :troc:



Chamo a atenção para a parte do ensino médio. O sistema que você diz ser ideal é um tanto similar ao que ocorre na França. Lá, quando um aluno é bom em Física e ruim em História, a grade escolar dele se foca em materias como Matemática, Física, Química e coloca a quantidade de aulas de História a um nível mínimo.

O que você deixou por último, em letras garrafais, é para mim só uma prova de que as ciências naturais e a matemática estão longe de aproximar o cotidiano a sala de aula. De novo, se você tivesse professores interessados, motivados e para isso, ganhando bem, creio que você estaria aprendendo bem melhor. Ensino é um ciclo e infelizmente, pegar professores ruins no meio desse ciclo fode bonito com os alunos. Esse ano você tem um excelente professor, no ano seguinte, um carrasco maluco.

Sem padronização e sem meritocracia, não há como saber o que tem mais a frente.
Imagem

I am the bone of my words.
Steel is my mind, and fire is my thoughts.
I have translated over a thousand phrases.
Unknown to the net.
Not knowing a life.
Have withstood pain to create many cliffs.
Yet, those hands will always hang on.
So as I pray, Unlimited Cliff Hanger Works.
Kael
Pirata do Great Sea
Pirata do Great Sea

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 383
Registrado em: 03/09/2008 (Quarta-feira), às 08h33min
Localização: Rio Branco/AC
Cash on hand: 696.45 Rupees

Próximo

Voltar para Milk Bar

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron