Pequenos textos, contos, etc

Lugar apropriado para postar seus Fanfics, contos, poemas etc. para que todos do fórum possam ler com facilidade.

Pequenos textos, contos, etc

Mensagempor Alfa » 26/05/2013 (Domingo), às 18h41min

Ultimamente tenho escrito alguns textos especialmente nas aulas de português, em que o professor incentiva fazer uns 2 textos por aula (até mais).
Ai resolvi postar para ter um comentario caso alguém queira.
Preciso sim de criticas.

Neste primeiro texto, a instrução foi usar o máximo possivel de pontuação, virgula, hifen, etc. Acabei criando uma historia brincando com as palavras dos simbolos, principalmente a palavra "ponto". Agradeço qualquer lida e comentário =)

Era o primeiro encontro como namorados, e ambos estavam ansiosos.
O moço havia esperado muito tempo, se adiantado e, temendo que ela não vinha, as sete e pouco já estava nervoso. Isso porque quis causar uma boa impressão, pensava ele.

A moça havia se preparado um tempinho mais que um tempão, e se atrasado, e vinha umas sete, sete e pouco, ou talvez mais um pouco, nervosa. Isso porque quis causar uma boa impressão, pensava ela.
As sete e pouco, estavam um pouco atrasados para o cinema.

- Marcamos de nos encontrar aqui na frente do cinema as sete em ponto. – Disse o namorado.
- Em ponto? Tenho minhas duvidas. – Disse a namorada.
- Sim, em ponto. – Insistiu ele.
- Mas cheguei as sete... E pouquinho... sete e pouquinho é quase sete em ponto... não?
- Chegou as sete, senhora duvidosamente pontual?
- Não... Sete e pouco... E pouquinho... Não é pouco?... Um pouco ou talvez só um pouquinho mais que um pouco?
- Muitos pouquinhos aqui, para meu gosto... Mas não chegou as sete em ponto!
- Não precisa gritar, precisa? Cheguei as sete e pouco... Pronto.
- Mas nós marcamos as sete e ponto!
- “Sete em ponto?” “Em ponto” uma virgula, senhor pontual!
- Foi as sete em ponto e pronto! Foi as sete em ponto e ponto final!
- Tá, tá... ... – Ela pareceu triste e um tanto brava... – Terminamos então?
- ...
- ...
Houve um longo silêncio.
O senhor pontual olha o relógio e finalmente diz:
- Não... As sete e meia tem o filme de novo.
- Ok... Então terminamos a discussão?
- Terminamos... e não terminamos...
- Então “terminamos” entre aspas. Mas vamos acabar logo com isso.
Mas quando o filme terminou, tudo havia terminado. A questão nunca terminou, eles nunca terminaram. Simplesmente, no fundo não tinha por que.
Se Zelda recebe seu nome por causa da deusa... Então a história de que ela recebe esse nome por causa da primeira zelda que adormeceu acabou? Se alguém souber, me manda uma mensagem




Texto escondido (pode conter spoilers): 
Assinatura ainda em obras. Aguardem!
Alfa
Maquinista Real
Maquinista Real

Avatar do usuário

Offline
 
Mensagens: 1249
Registrado em: 11/01/2004 (Domingo), às 22h58min
Localização: Sorocaba - SP
Cash on hand: 2,190.10 Rupees

Voltar para Fics

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes

cron